RSS

Mulher e religião

22 Maio

Fui criada na religião católica, apesar de hoje não frequentar a igreja nem seguir qualquer dogma. Até acredito que a maioria das pessoas necessitam da religião para que o mundo não vire uma baderna. Mas muito deveria ser mudado em relação as doutrinas que regem uma religião.

Pois as verdades impostas, na maioria não são seguidas pelos seus fiéis, e nunca serão. Pelo menos eu não conheço ninguém que faz sexo só com o propósito de procriar, e aqui já se emendam mais alguns pecadinhos: uso de anticoncepcional, uso de camisinha, masturbação etc.

Mas minha intenção aqui é questionar por que, a mulher permite ser oprimida pela religião que ela a própria; crê, profetiza, e segue.

Mulher, você não precisa usar uma burca; você pode sim cortar seu cabelo, ele fica feio e oleoso quando não é cortado; nenhuma mulher deveria chorar quando nasce outra mulher; você pode sim se divorciar caso não goste mais do seu marido; você pode usar métodos contraceptivos se não quiser ter filhos e você e sua filha não estão fadadas a usar saia comprida a vida inteira.

Há nas religiões tantas restrições contra a mulher que dá até raiva.

Aí pergunto: Será que o deus de cada religião não é apenas um instrumento de dominação do macho sobre a fêmea? Quem escreveu os regulamentos de cada religião? Deus ou o homem?

Mulher acorda!

As religiões são manifestações humanas. E como tal, são frutos dos efeitos da cultura, do espaço e do tempo.

É meu direito: Chocar, gritar, e indignar. Basta!

Madame Bê

 
 

Etiquetas: ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: