RSS

Teclas

27 Out


Vejo meus dedos grudadinhos nessas teclas,
Vivendo dentro de sonhos jamais vividos,
Criando castelos medievais e cidades invisíveis,
O céu pode ser cor de rosa e as estrelas… quem se importa.

Aqui posso viajar em cavalos alados, seguir o horizonte,
Atravessar galáxias coloridas, em foguetes prateados.
Me permitir abraçar o vento, sentir a brisa,
Ser inocente, ignorante, louca, anja ou endiabrada.
Nas teclas existe apenas….
Letras, palavras, frases e sonhos.

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/27/2012 em poema

 

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: