RSS

Sobre o livro, 50 Tons de Cinza

22 Dez

1182692-250x250
Vou tentar fazer um apanhado geral do livro 50 Tons de Cinza, tão comentado por todas mulheres. Ou você odeia, ou encara numa boa.

O livro nada mais é que um romance um pouco mais apimentado, digamos assim… trata de um casal que apesar de qualquer coisa se deseja.

Ela, uma jovem, estudante universitária, magrela, desajeitada, VIRGEM, chamada Anastasia Steele que divide o apartamento com uma amiga, no Canadá…

A amiga (gripada) pede a Anastasia entrevistar um empresário bem sucedido que em poucos dias irá entregar o diploma as duas. Ana para ajuda-la, vai até os Estados Unidos e se depara com um homem novo, bonito, charmoso, milionário, chamado Christian Grey.

Quando ela entra na sala dele, ela se esborracha (cai) no chão do escritório, talvez pra mostrar aos leitores o quanto ela é bobinha.

Bom, nos dias que seguem, ele a procura, e assim os dois atraídos um pelo outro, iniciam uma relação não tão comum.

A partir daí, ele Grey, dita as regras… pedindo a ela que assine um termo de confiabilidade, de que nada o que é feito entre os dois poderia ser mencionado a qualquer outra pessoa. Ela Ana, por já estar envolvida emocionalmente, e determinada a conquista-lo, assina… e assim é apresentada ao “quarto da dor” que ele mantem em seu apartamento.

Além de ela ter que aceitar tudo aquilo que lhe é imposto toda vez que transam… ela se compromete a obedecê-lo também fora dali, caso contrário ele lhe dará uma surra.

O romantismo do livro, está em ele, Grey, ser extremamente presente, carinhoso, atencioso, amoroso, e fazer ela gozar várias e várias vezes, mesmo quando ela está algemada, e insegura.

(Acredito que é aí que a escritora, pega as leitoras que gostam desse tipo de livro.)

O ponto alto do livro é quando ela, em uma de suas traquinagens, o desafia e acaba levando uma surra de chicote; a qual faz ela deixa-lo, apesar de saber que ele é amor de sua vida.

E termina quando ela abre a guarda e os dois se reencontram.

Sadomasoquismo? Não achei que tivesse não. A não ser umas amarradinhas aqui e ali, nada que uma mulher e um homem não possam fazer. Porém a escritora deixa claro de que ele tem sim, algum distúrbio. É aí que entra a leitura do segundo livro 50 Tons de Cinza mais Escuros.

Se vocês gostaram desse resuminho, leiam o livro, eu gostei. (gosto não se discute)

Beijocas

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 12/22/2012 em paixão

 

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: