RSS

Guerra

09 Dez

Alguém já ouviu falar no Holodomor? Morte pela fome. Segue um link em alemão, de uma sobrevivente do comunismo.
http://www.spiegel.de/politik/ausland/ukraine-als-stalin-die-menschen-zu-kannibalen-machte-a-458006.html

Por mais incrível que pareça, hoje muitos estão tentando apagar e desinformar brasileiros sobre o que ocorreu. Já li muitos relatos, de que não teria sido verdade. Querem apagar a História do Mundo, fazendo com que você acredite que o comunismo é bom. Na verdade ele é terrível. Ele matou, e mata. Ele jamais poderá ser esquecido.

Para entender o conflito da Ucrânia, precisamos entender, que a Ucrânia é um País dividido. A população do leste do País, perto da fronteira Russa, tem maioria russos, falam russo, e pretendem voltar a pertencer a Rússia.

Já a população da região central e oeste, é de origem Ucraniana e falam ucraniano. Desde que o País de tornou independente em 1991, eles não querem saber da Rússia.

Em novembro do ano passado, o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, foi pressionado a priorizar relações comerciais com a Europa. Mas ele, que é de etnia russa, preferiu fazer acordos com a Rússia. Foi assim que a população começou a tomar as ruas de Kiev, capital da Ucrânia, e foram reprimidos com mão de ferro.

Em fevereiro deste ano, Yanukovich, foi expulso do País e forças da União Europeia assumiram o poder. Vladimir Putin não reconheceu a troca de governo, dizendo que foi um golpe de Estado, enviando milhares de soldados para a península da Criméia, no leste do País. Putim não assumiu que as tropas eram dele, mas é consenso que os militares são enviados de Moscou.

É preciso dizer que em 17 março, em um referendo “não reconhecido internacionalmente”, a Rússia anexou a Criméia novamente. Depois do referendo, outras regiões e cidades da Ucrânia também se manifestaram desejando separar.

Milhares de pessoas já morreram no leste da Ucrânia. O governo da Ucrânia acusa Moscou de apoiar e armar os rebeldes separatistas, o que é negado pelo presidente russo, Vladimir Putin.

A Europa e EUA, estão do lado da Ucrânia. Rússia e China estão do lado dos rebeldes. Será que a Ucrânia já não sofreu demais na mão da antiga União Soviética? Como se posicionar numa situação dessas?

Madame Bê

 
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: