RSS

Xing Ling

30 Mar

O Partido Comunista Chinês, tem procurado, eliminar as expressões religiosas nos Campos de Xinjian. Na China, os assuntos religiosos como budismo, taoismo, islamismo ou cristianismo estão atribuídos a congregações e sob a tutela do PCC.

Organizaçoes não governamentais estimam que as autoridades chinesas detém possivelmente mais de 1 milhões de uigures, cossacos e outros membros de minorias muçulmanas nos campos de concentração.

Especialistas em direitos humanos da ONU expressaram preocupação a respeito.

A cidade chinesa de Cantão vem oferecendo 10.000 yuan (mais de 1.300 euros) por informações sobre grupos religiosos e, estrangeiros e ilegais.

Ex detentos relataram maus tratos e violência e dizem que foram forçados a criticar o islã e a sua própria cultura, e a jurar lealdade ao Partido Comunista.

Pequim enfrenta crescente pressão diplomática devido às acusações e, governador da região, afirma que os “centros de treino vocacional” vão desaparecer quando a sociedade deixar de precisar deles.

Moral da história:

A China prende um número grande de muçulmanos, enquando assistimos o silêncio dos países de maioria muçulmana pois recebem dinheiro asiático.

Isso que eu chamo de ‘tapa boca’!!!

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 03/30/2019 em Brasil

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: