RSS

“Feministas” ou “Feminaxix

18 Ago

“deveria ter uma lei que obrigasse todas as mães, donas de casa, a trabalhar. (Sarah le Marquand)

“o coração da opressão da mulher são as cargas de maternidade e criação”. (Shulamith Firestone)

” a família tornou-se uma frase que apanha tudo o que nós, como feministas, condenamos em nossa sociedade. Família equivale a opressão, patriarcado, psicose, neurose, trabalho doméstico, estereótipos de rolês, definições específicas de gênero, relações sufocantes, pais, mães, irmãs, irmãos, filhos, dependência financeira, casamento, repressão sexual, atividade sexual, heterossexualidade, crescer , viver, morrer, tradição, criminalidade, amor, ódio, incesto, violência, maus hábitos e maus hábitos alimentares “. (Wendy Clark)

” Nenhuma mulher deve ser autorizada a ficar em casa e criar os seus filhos. .. As mulheres não deveriam ter a opção, precisamente porque se houver tal opção, muitas mulheres a tomariam “. (Simone de Beauvoir)

“para criar as crianças com igualdade, devemos afastá-las das famílias e criá-las em comunidade”. (Maria Jo bane)

“as mulheres que trabalham em casa são prisioneiras em ‘ confortáveis campos de concentração ‘”. (Betty Friedan)

“a família nuclear deve ser destruída… qualquer que seja o seu significado último, a desintegração das famílias agora é um processo objetivamente revolucionário”. (Linda Gordon)

As pessoas citadas acima são algumas das principais teóricas do “feminismo moderno”.

Nota-se que, não apenas a maternidade, mas também o casamento a família e o homem, estão sob a mira crítica dessas mulheres.

Segundo a nova vertente de raciocínio, o corpo feminino ao longo dos séculos, veio sendo forçada a funcionar como uma máquina de reprodução, que foi imposta pela igreja e pelo patriarcado e, em represália seria necessário destruir a família.

Esse pensamento grosseiro e venenoso, só veio pra prejudicar a abrangência do movimento em si. Essas mulheres psicologicamente perturbadas, decidiram impor as suas vontades e suas frustrações, ignorando por completo a vontade individual do ser humano.

Não vejo a necessidade de desconstruir a família, a maternidade, a igreja ou o próprio homem, para que a vontade das mulheres que decidiram viver só, ou sem filhos, prevaleça. Hoje sabemos que, no ocidente, nenhuma mulher é obrigada a nada.

O desejo de casar ou não, de ter filhos ou não, não pode de forma alguma partir de outrem, que não seja da própria mulher em questão.

Mesmo que um grupo de mulheres, decida ter seus filhos de forma não convencional e cria-los de forma coletiva, não lhes dá o direito de demonizar a decisão de outra mulher.

É notório que essas “feministas” não estão interessadas em libertar as mulheres. Esconde-se ali, a retórica marxista do coletivo “paz e amor” que jamais funcionou e jamais vai funcionar. É preciso perceber que por trás delas, está a negação do indivíduo, arquitetado por grandes oligarquias e pela esquerda mundial e, que tem por objetivo se perpetuar no topo da pirâmide. E para que tenham sucesso, necessitam que idiotas úteis, convençam o mundo, que o igualitarismo (comunismo) trará a paz no mundo.

E quem ainda acredita nesse fantasioso abacaxi globalizado, basta observar quantos acordos foram feitos e desfeitos nos últimos cinquenta anos pelos poderosos homens de governos. Quantos ditadores já tentaram através de guerras, dominar nações. Ou bem mais simples, diga a uma mulher apaixonada que seu “crush” a está traindo. Nós seres humanos, somos racionais, mas até certo ponto. Mexe no meu queijo pra ver o que acontece!

Portanto, é preciso muito cuidado com o que esses “tipinhos” vem pregando. E se você pesquisar, já há ‘trocentos’ manifestos, PDFs, textos, livros e frases, defendendo o que essas ‘feminaxix” defendem.

As pessoas querem ser felizes da sua maneira. As mulheres não lutaram até aqui para que outras caguem mais regras. Deixem que cada um decida sobre sua individualidade. De ditadores e loucos já estamos fartos.

Mas se ainda assim, algum grupo queira viver o “sonho” comunista, é só bater na porta da Venezuela ou de Cuba. Tenho certeza que serão recebidas com apreço, para que possam passar juntos, bastante fome. P:

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 08/18/2019 em Brasil

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: