RSS

Dois Trilhões e lá vai imposto

17 Out

Os problemas da Alemanha antes da segunda guerra mundial e o triunfo dos bolcheviques na Rússia, trouxeram a “baila” ainda mais “pensadores”, munidos de convencimento, de que a única solução para aquele País, seria o socialismo/comunista.

O Estado e cartéis subsidiados e controlados pelo próprio Estado, deveriam criar empresas para todas as atividades econômicas e, então consolidar a transição para o desejado socialismo/comunista.

Esse trecho me lembrou de empresas como a de Eike Batista, dos irmãos Batista, a empresa Oi, a Brasil Foods, todas subsidiadas pelo governo e a grana arrancada do lombo do trabalhador, é claro.

Mas, voltando aos “pensadores” da Alemanha, a cada crise na economia, a cada gasto público ou social, diziam que a legitimidade da República estava em “perigo”.

Um dos problemas que fazia a coisa toda não andar para a República de Weimar, era o Estado não ser independe da justiça.

O soberano se fosse autoritário, estaria legalmente fora da lei.

Assim, “entendidos” da república, sugeriam passos para garantir o exercício do poder ao amado político, a extensão da lei.

Ou seja, uma mudança na lei para não ser um fora da lei.

Melhor dizendo, dar um “bolo” na justiça, tudo dento da lei.

Voltemos novamente ao Brasil.

O que dizer da incrível audácia dos deputados bolsonaristas e petistas, juntos e a favor da PEC05/21.

PEC essa, que literalmente mata o Ministério Público e trás ainda mais trevas a sociedade que clama por justiça.

Complicado isso. Faça o que o PT faz, caso contrário o PT volta.

E se voltar, tanto faz. Afinal votam juntos em tudo que se refere a justiça.

Dizem por aí e eu me incluo nessa, que o PT, apesar de enriquecer banqueiros e magnatas, tentava implantar aqui, o socialismo/comunista.

Igual ao que foi implantado na Venezuela e em outros países da América Latina.

Hoje aliás, todos eles, com taxas de mais de 90% de miseráveis.

Manoel Gonçalves Ferreira Filho em um de seus livros, ‘A democracia possível’, sugere medidas radicais, para as crises econômicas e sociais do Brasil.

Não só ele, várias brasileiros desejavam uma mudança na constituição, tudo para sanar as graves crises econômicas e financeiras, criadas no meu entender, pelo próprio governo.

Mesmo que Manoel Filho, tenha tentado se retratar há poucos meses atrás sobre seu polêmico livro, frases escritas movem mentes vazias.

Digo isso, pois há menos de um mês, foi cogitado de o governo “dar” absorventes para meninas pobres.

Todos ouvimos falar, no ringue, de um lado a tal “direita”, que de direita não tem nada e do outro a esquerda.

Polêmicas à parte, mas e se…

O governo tirasse o imposto do algodão e do plástico. E se entre tantos cacarecos que vem da China, viesse sem encargo algum, não só absorventes, como também fraldas?

Todas as meninas, crianças, senhoras e velhos se beneficiariam e não só pessoas pobres.

Afinal todos pagamos.

Pagamos muito, para receber quase nada.

E pra compensar a “perda” desse tributo, sugiro aos políticos, deixem de usar nosso dinheiro como fraldas.

Tenho certeza, se assim acontecer, o dinheiro compensará o outro.

Depois de toda essa miscelânea de frases, peço aos amigos petistas e bolsonaristas, observem os amados políticos.

Eles são tão, ou mais iguais, são água e H2O.

Tô pianinho com tanto populismo!

Falow.

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/17/2021 em Brasil

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: