RSS

A Rússia de Putin

27 Mar

Na Ucrânia, os ocupantes russos deliberadamente vem destruindo as bibliotecas e caçando livros didáticos.

São livros sobre a história da Ucrânia e sobre a resistência nacional ucraniana. Essa é uma continuação de um genocídio que já dura pelo menos 300 anos.

Em 1720, o imperador russo Pedro, o Grande, ordenou a destruição de todos os livros teológicos impressos em língua ucraniana.

Na década de 1760, a imperatriz russa Catarina II, instruiu o conde Vyazemsky a desenvolver um programa de russificação na Ucrânia: -“para que eles comecem a se sentir russos e esqueçam a ideia de nos deixar”.

Em 1862, mais de 100 escolas ucranianas foram fechadas. Em 1863, Valuyev emite uma “Circular de Valor” afirmando que a língua ucraniana: – “nunca existiu, não existe e não pode existir”.

Em 1876, o imperador russo Alexandre II emite o “decreto Ems” proibindo a língua ucraniana em quase todos lugares.

O Decreto Ems proibia:

– qualquer importação de qualquer livro em ucraniano;

– qualquer impressão de qualquer livro em ucraniano, exceto alguns documentos históricos

– Qualquer peça de teatro em ucraniano;

– Impressão de qualquer libreto, músicas etc. em ucraniano;

– Qualquer declamação pública em ucraniano;

– Purgar quaisquer livros em ucraniano nas escolas;

– Verificar as opiniões políticas de todos os professores na Ucrânia e criar listas de professores pró-ucranianos. Esses professores deveriam ser demitidos e/ou removidos da Ucrânia para regiões russas;

– Proibir cientistas e autores ucranianos.

Poetas como Pavlo Chubinsky, foram proibidos de viver na Ucrânia. Ele foi preso em 1885 com sua esposa Nadia Sigida, depois que uma tipografia foi apreendida em sua casa. Pavlo foi enviado para a Sibéria, onde morreu em 1902, e Nadia para Kara, no Oceano Ártico, onde se suicidou após ser torturada.

O ícone da poesia ucraniana Taras Shevchenko foi enviado como soldado (castigo típico na Rússia czarista) para a Sibéria e o Cazaquistão e foi proibido pintar e escrever poemas (ele secretamente fez os dois, deixando belos poemas e gráficos, incluindo a violência russa.

Na União Soviética, a política linguística era diferente em diferentes épocas.

Após um curto período de “korenizatsiya” (apoio à língua ucraniana como ferramenta de combate à velhas elites czaristas), mas em seguida a URSS voltou à opressão tradicional da cultura ucraniana.

Aqueles que tentaram preservar as tradições nacionais, foram processados.

Em 1972, 14 estudantes e artistas foram presos pela KGB em Lviv por participarem da celebração não política do acordo de Natal. Tradição nacional ucraniana: com canções, trajes, etc.

O poeta ucraniano Vasyl Stus também foi um dos alvos. Ele passou 5 anos nos campos soviéticos e, depois que voltou para casa, foi preso novamente, morreu no campo siberiano em 1985.

As atrocidades contra a língua ucraniana continuaram.

E mesmo 30 anos depois da queda a URSS, nas identidades ucranianas costuma ter uma tradução do nome para o russo.

Veja abaixo a imagem do cidadão ucraniano que nasceu um ano após o colapso da URSS, 2008. Em sua identidade há o nome ucraniano Yevhen e a tradução para o russo como “Yevgeny”.

Com a guerra, nas regiões de Chernihiv, Sumy, Donetsk e Luhansk, ocupantes russos estão destruindo livros didáticos da história da Ucrânia. Eles procuram livros sobre a luta da Ucrânia pela independência, (Maidan) e sobre as guerras, relatou a inteligência de defesa da Ucrânia.

Isso é a consequência de séculos de opressão. Para Putin é uma maneira de destruir a Ucrânia – do mesmo jeito que fizeram, pelo menos desde 1720.

Condene os outros de fazer o que você faz.

Compare isso com as últimas declarações de Putin, a queima de livros nazistas e o mundo contra a cultura russa.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 03/27/2022 em Brasil

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: