RSS

Corrupção é igual em qualquer lugar

02 Maio

Por Maria Pevchikh

Hoje vou contar a história de uma estrela, o maestro russo Valery Gergiev.

Dirigiu a Orquestra Sinfônica de Londres, a Orquestra Filarmônica de Munique e muitas outras. Ele é diretor do Teatro Marismsky, já foi o convidado mais procurado no La Scala, The Met Opera, Grand Opera e em muitos outros lugares.

Há muitos anos atrás, ele e Putin fizeram um acordo. Enquanto ele defender Putin no exterior, receberá em troca, tudo o que o dinheiro pode comprar.

Gergiev detém o título oficial de representante de confiança de Putin. Este é um mecanismo de endosso eleitoral que permite que uma pessoa aja e fale em nome do candidato. Putin escolhe a dedo essas pessoas. Apenas os mais próximos e dedicados estão nessa lista.

Essa é a face alternativa da Rússia, a menos feia do que as que estamos acostumados. Eles criaram uma fórmula simples voltada para o público ocidental. Ou seja, Você ama o maestro Gergiev e seu talento, Gergiev ama Putin, portanto você também deverá gostar de Putin. Talvez Putin não seja tão ruim, já que o meu músico favorito o endossa. É assim que funciona.

Valery Gergiev distrai o mundo interpretando Tchaikovsky, Prokofiev e Stravinsky, enquanto habilmente desvia a atenção do público. Não olhe para os crimes de Putin, olhe para mim. A grande cultura musical russa, efetivamente armada para servir a interesses políticos.

Em 17.07.2014, as tropas russas, enviadas para a Ucrânia, derrubaram um avião de passageiros. O MH17, matando 298 pessoas inocentes. O avião ia de Amsterdã para Kuala Lumpur, entre elas, 193 holandeses estavam a bordo.

Algumas semanas depois, Valery Gergiev organizou um concerto em Roterdã dedicado aos holandeses que morreram neste acidente.

– “Sinto-me muito próximo do povo holandês’. ‘Eu compartilho a imensa dor’. ‘Condeno este ato ultrajante de terrorismo’. Que tocante…”declarou.

Será possível alguém ser mais hipócrita do que isso?

Seu chefe, Vladimir Putin, derruba o avião, mata essas pessoas e em seguida o maestro Gergiev vai no coração do município enlutado e faz um concerto em homenagem as 193 pessoas mortas.

Como se o avião tivesse explodo sozinho. Como se nenhum míssil tivesse atingido o avião matando as 298 pessoas, incluindo 80 crianças.

Se você acha que tudo isso não pode ficar mais doentio, digo que sim, pode.

Saiba que o maestro tem cidadania holandesa e foi condecorado como cavaleiro da ordem do Leão holandês em setembro de 2005.

Isso é uma geniosa tática de Russa.

Em 2008, logo após a Rússia invadir a Geórgia, o maestro se apresentou nas ruínas de Tskhinvali.

Em Palmyra, na Síria, 2016, o maestro se apresentou para as tropas russas…

No dia 25 de março de 2022, um mês após a invasão russa na Ucrânia, Gergiev se encontrou com Putin para receber um novo emprego por não condenar a Guerra. Putin pede ao maestro para restabelecer a Diretoria dos Teatros Imperiais, tornando-se essencialmente o chefe dos dois principais teatros na Rússia – Mariinsky (São Petersburgo) e Bolshoy (Moscou).

Na mesmo dia, 23 de fevereiro 2022 , na mesma hora em que Putin começou a bombardear cidades ucranianas, Gergiev estreava, La Dame de pique no La Scala.

Eu estava lá, assistindo e foi lá que peguei o autógrafo dele.

Não peguei seu autógrafo por sinal de admiração, não. Eu precisava de sua assinatura, para poder verificar se ela combinava com a assinatura da escritura de uma cobertura em Nova York no valor de US$ 5 milhões.

Além da linda cobertura ao lado do Metropolitan Opera, também descobrimos que Gergiev tem mais de US$ 100 milhões em prédios e terrenos em 8 cidades italianas. Como Nápoles, Milão, Veneza…

O maestro também dirige uma fundação de caridade com o seu nome, arrecada dezenas de milhões de dólares para “desenvolver a esfera social e cultural, apoiar jovens artistas, popularizar a música clássica ajudando na formação profissional”, mas gasta… em si mesmo.

O dinheiro é doado por grandes empresas estatais russas (Gazprombank, VTB Bank, Rosneft, etc.), oligarcas como Deripaska ou Usmanov, o governo de Moscou e até pelas empresas internacionais que todos conhecem, como @Mastercard , @Nestle ou @PwC .

Conseguimos obter registros bancários da fundação de Gergiev e descobrimos que o dinheiro destinado à ‘popularização da música clássica’ é gasto na compra de propriedades luxuosas, fretamento de jatos e até mesmo no pagamento de contas em sua casa.

A ‘caridade’ de Gergiev:

Ele comprou 3 apartamentos em um complexo em São Petersburgo e outros 4 apartamentos em um prédio residencial no centro de Moscou. Seus fundos também foram usados para construir uma dacha privada com uma sala de concertos. Putin chegou a visitá-lo uma vez.

Transfere o dinheiro diretamente da fundação para sua conta bancária pessoal. Entre 2018 e 2020, Gergiev se recompensou com mais de 300 milhões de RUB (US$ 4,3 milhões).

Este “arranjo da caridade” é dolorosamente familiar para aqueles que investigam a corrupção russa. Funcionários do governo roubam dinheiro na Rússia e o gastam em sua vida no exterior. Gergiev é um funcionário do governo e está fazendo exatamente a mesma coisa.

O fato de Gergiev ainda não ter recebido sanções é totalmente ridículo. Alguns empresários russos, muito menos apaixonados por Putin, foram punidos pelo simples fato de se encontrarem com Putin após a invasão. Gergiev não apenas se encontra com Putin, como também conseguiu um novo emprego.

Isso tudo, deveria qualificá-lo a receber sanções. Pedimos o resgate imediato do portfólio das propriedades italianas de Gergiev. Principalmente o icônico edifício veneziano e o apartamento de Nova York.

Por que permitimos que membros do círculo íntimo de Putin se beneficiem do ‘ocidente maligno’ que eles acusam de iniciar a guerra na Ucrânia?

Essa também é uma chamada para os holandeses. Para que revoguem a cidadania de Gergiev. Em que circunstâncias ele se tornou um cidadão holandês? Ele mora lá? Ele fala a língua? Ele é casado com uma holandesa?

Eu não acho.

Nós que investigamos a corrupção, pedimos aos parlamentares e funcionários dos governos do ocidente, que retirem de Gergiev suas medalhas, propriedades e passaportes estrangeiros.

É dever de cada cidadão, apoiar o trabalho da Fundação Anticorrupção.

Denuncie, é o seu dinheiro que cria a maioria dos reis bilionários do mundo e faz você de palhaço.

#MariaPevchikh é a chefe do departamento de investigação da Fundação Anticorrupção, uma organização russa sem fins lucrativos. Fundada para investigar e expor os casos de corrupção entre as elites russas. Durante seus onze anos de trabalho, ela foi autora de mais de uma centena de investigações. A organização anticorrupção é conhecida na Rússia como FBK e expôs ao mundo a propriedade de 1,5 bilhões de dólares construído por Putin, hoje conhecido como o Palácio de Putin.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 05/02/2022 em Brasil

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: