RSS

Arquivo da Categoria: Brasil

Os braços e pernas de um polvo

Com o dinheiro da corrupção, políticos com aspirações marxistas foram destruindo países, trazendo pobreza e miséria. Eles se infiltraram de tal maneira em todos setores dos países democráticos que hoje parece impossível reverter tudo isso.

A comunista Michelle Bachelet do Chile, hoje chefe dos direitos humanos da ONU, em visita a China, parabeniza o governo chinês pelas conquistas na proteção dos direitos humanos.

A ‘UN Watch’, única ONG credenciada pela ONU e que monitora o órgão mundial, afirma que milhões de uigures e outros cidadãos étnicos estão nos 380 campos de concentração da China. Há relatos de tortura, trabalhos forçados, lavagem cerebral e até experiências médicas.

Assim como esse exemplo, há milhares de pessoas sofrendo em vários países comandados por líderes autoritários.

A ONU pelo que tudo indica, também já vendeu sua alma ao diabo.

É isso que o dinheiro da corrupção faz.
Ele compra pessoas para corroer instituições democráticas e na maioria das vezes para instaurar um governo autoritário.

O que as pessoas que se deixam corromper não entendem é que, um dia, só restarão governos autoritários e todos estaremos sujeitos a ser encarcerados em um campo de concentração, pelo simples fato de não sermos brancos com olhos azuis.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 05/30/2022 em Brasil

 

The Walking Dead

Quem já leu sobre o Rasputin?

O místico que viveu entre a família do último Czar (rei) da Rússia e se não leu, talvez teve uma palhinha de quem ele era, quando escutou a música “Rasputin” do Boney M. sucesso dos anos 70; vai entender um pouco essa doideira dos símbolos nazistas tão presentes no oriente.

Aliás, a suástica está em quase todos os Budas e dizem, trás sorte, paz e prosperidade. 

Vladimir Putin, o novo “Czar” russo, trouxe para perto de si, um novo Rasputin. Provavelmente um malandro, que se julga um profeta, um clarividente, vidente…

Esse cara chama: Aleksander Dugin, ele conseguiu meter na cabeça oca do Putin, que a Rússia é o centro do Planeta e que todos os outros países deverão se curvar a “grande mãe russa”.

Em sua mente doentia, Dugin, misturou fascismo, comunismo, nazismo e todos os piores “ismos”, criando um “Putismo” muito do louco e FDP.

Não acredita? Pois em 1997, essa figura mística e cheia de certezas, publicou nas suas 600 páginas os “Fundamentos da Geopolítica”.

E para que aconteça o sonho dos loucos, em ter uma Eurasia unida (de Lisboa até Vladivostok) em torno da “grande mãe Rússia” é necessário tomar a Ucrânia. 

Quando Zelenski, o presidente da Ucrânia, apelou para os países democratas dizendo que a vitória da Ucrânia é fundamental para a continuação da democracia no ocidente, era sobre isso.

Putin acredita piamente que, uma vez tomada a Ucrânia, conseguirá colocar seus aliados políticos em toda Europa.

Toda gritaria dos “conservadores” da direita extrema, sobre as liberdades individuais, segundo Dugin, deverão ser apagadas do ocidente. 

Ou seja, a alternativa apresentada pelos aliados e financiados pelo Kremlin como: Salvini na Itália, Le Pen na França, Orban na Hungria, ideólogos da VOX (Espanha), AltRight Comintern, Internacional Fascista…, os que se dizem “contra” o marxismo da esquerda, nada mais querem que um outro totalitarismo tão ou mais tacanho que o marxismo. 

Os “opositores” ao marxismo (comunismo), são tão diabólicos quanto o próprio marxismo, cujas ideias saíram do mesmo País, a Rússia. 

Toda essa onda que estamos vivendo, de direita e esquerda, esse ódio do que é certo e o amor pelo que é errado, os trolls, as mentiras, a corrupção sistêmica, a gritaria que todas mídias estão mentindo, o ódio a imigração, o ódio aos muçulmanos, o ódio aos direitos dos LGBTs, o racismo… tudo foi difundido e arranjado por essas mentes diabólicas do Kremlin e seus aliados.

Há alguns anos atrás, escrevi, sobre o Foro de São Paulo, Pátria Grande e toda essa meleca de uma América Latina e Caribe unidos no marxismo e contra os Estados Unidos. Hoje acrescentaria: isso tudo não partiu apenas de mentes como a do Fidel, Lula e Chavez, mas também desse “Putismo” tacanho. 

O que muitos chamam de “globalismo totalitário”, ou “degradação da moral no ocidente”, não passa de propaganda bem sucedida, saída das catacumbas onde estão os restos mumificados de Lênin e Stálin.

Eles semearam a divisão e o caos e, essa mistura neonazista reuniu justamente tudo o que há de mais totalitário, contra as liberdades humanas.

Por isso peço. Parem de defender políticos. Parem com essa idolatria doentia.

Político deve ser cobrado e descartado no menor sinal de corrupção.

Quem de vocês põe a mão no fogo por Lula ou Bolsonaro?

Quem de vocês garante que esses dois polos não estão atolados nesse lamaçal?

Leve a sério o provérbio árabe:

“Políticos e fraldas devem ser trocados de tempos em tempos, pelo mesmo motivo.”

Pois ele vai definir a tua vida e a vida dos que irão vir depois de ti, caso contrário seremos nós, os mortos vivos.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 05/23/2022 em Brasil

 

Liberdade

“ o governo da imensa maioria das massas populares se faz por uma minoria privilegiada. Esta minoria, porém, dizem os marxistas, compor-se-á de operários.
Sim, com certeza, de antigos operários, mas que, tão logo se tornem governantes ou representantes do povo, deixarão de ser operários e se colocarão a observar o mundo proletário a partir do Estado; não mais representarão o povo, mas a si mesmos e suas pretensões de governá-lo. Quem duvida disso não conhece a natureza humana. ”
Mikhail Bakunin

Essa é uma das frases mais proféticas ditas no passado, quando iniciavam as discussões e questões de interesse da classe trabalhadora, como condições de trabalho, relações de trabalho, função e importância dos sindicatos…

Infelizmente ideias como as de Karl Marx também ganharam vida na época.
E é necessário lembrar: uma porção dos sindicatos russos encorajou os operários a acreditar nas palavras de Marx, mas tão logo Lenin conseguiu tomar o poder, os sindicatos foram abolidos na Rússia e a maioria dos dirigentes mortos.

Talvez tivessem acreditado na profecia de Bakunin, o autoritarismo estatal nunca teria vingado e guerras entre democracias e autocracias nunca teriam acontecido.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 05/15/2022 em Brasil

 

Corrupção é igual em qualquer lugar

Por Maria Pevchikh

Hoje vou contar a história de uma estrela, o maestro russo Valery Gergiev.

Dirigiu a Orquestra Sinfônica de Londres, a Orquestra Filarmônica de Munique e muitas outras. Ele é diretor do Teatro Marismsky, já foi o convidado mais procurado no La Scala, The Met Opera, Grand Opera e em muitos outros lugares.

Há muitos anos atrás, ele e Putin fizeram um acordo. Enquanto ele defender Putin no exterior, receberá em troca, tudo o que o dinheiro pode comprar.

Gergiev detém o título oficial de representante de confiança de Putin. Este é um mecanismo de endosso eleitoral que permite que uma pessoa aja e fale em nome do candidato. Putin escolhe a dedo essas pessoas. Apenas os mais próximos e dedicados estão nessa lista.

Essa é a face alternativa da Rússia, a menos feia do que as que estamos acostumados. Eles criaram uma fórmula simples voltada para o público ocidental. Ou seja, Você ama o maestro Gergiev e seu talento, Gergiev ama Putin, portanto você também deverá gostar de Putin. Talvez Putin não seja tão ruim, já que o meu músico favorito o endossa. É assim que funciona.

Valery Gergiev distrai o mundo interpretando Tchaikovsky, Prokofiev e Stravinsky, enquanto habilmente desvia a atenção do público. Não olhe para os crimes de Putin, olhe para mim. A grande cultura musical russa, efetivamente armada para servir a interesses políticos.

Em 17.07.2014, as tropas russas, enviadas para a Ucrânia, derrubaram um avião de passageiros. O MH17, matando 298 pessoas inocentes. O avião ia de Amsterdã para Kuala Lumpur, entre elas, 193 holandeses estavam a bordo.

Algumas semanas depois, Valery Gergiev organizou um concerto em Roterdã dedicado aos holandeses que morreram neste acidente.

– “Sinto-me muito próximo do povo holandês’. ‘Eu compartilho a imensa dor’. ‘Condeno este ato ultrajante de terrorismo’. Que tocante…”declarou.

Será possível alguém ser mais hipócrita do que isso?

Seu chefe, Vladimir Putin, derruba o avião, mata essas pessoas e em seguida o maestro Gergiev vai no coração do município enlutado e faz um concerto em homenagem as 193 pessoas mortas.

Como se o avião tivesse explodo sozinho. Como se nenhum míssil tivesse atingido o avião matando as 298 pessoas, incluindo 80 crianças.

Se você acha que tudo isso não pode ficar mais doentio, digo que sim, pode.

Saiba que o maestro tem cidadania holandesa e foi condecorado como cavaleiro da ordem do Leão holandês em setembro de 2005.

Isso é uma geniosa tática de Russa.

Em 2008, logo após a Rússia invadir a Geórgia, o maestro se apresentou nas ruínas de Tskhinvali.

Em Palmyra, na Síria, 2016, o maestro se apresentou para as tropas russas…

No dia 25 de março de 2022, um mês após a invasão russa na Ucrânia, Gergiev se encontrou com Putin para receber um novo emprego por não condenar a Guerra. Putin pede ao maestro para restabelecer a Diretoria dos Teatros Imperiais, tornando-se essencialmente o chefe dos dois principais teatros na Rússia – Mariinsky (São Petersburgo) e Bolshoy (Moscou).

Na mesmo dia, 23 de fevereiro 2022 , na mesma hora em que Putin começou a bombardear cidades ucranianas, Gergiev estreava, La Dame de pique no La Scala.

Eu estava lá, assistindo e foi lá que peguei o autógrafo dele.

Não peguei seu autógrafo por sinal de admiração, não. Eu precisava de sua assinatura, para poder verificar se ela combinava com a assinatura da escritura de uma cobertura em Nova York no valor de US$ 5 milhões.

Além da linda cobertura ao lado do Metropolitan Opera, também descobrimos que Gergiev tem mais de US$ 100 milhões em prédios e terrenos em 8 cidades italianas. Como Nápoles, Milão, Veneza…

O maestro também dirige uma fundação de caridade com o seu nome, arrecada dezenas de milhões de dólares para “desenvolver a esfera social e cultural, apoiar jovens artistas, popularizar a música clássica ajudando na formação profissional”, mas gasta… em si mesmo.

O dinheiro é doado por grandes empresas estatais russas (Gazprombank, VTB Bank, Rosneft, etc.), oligarcas como Deripaska ou Usmanov, o governo de Moscou e até pelas empresas internacionais que todos conhecem, como @Mastercard , @Nestle ou @PwC .

Conseguimos obter registros bancários da fundação de Gergiev e descobrimos que o dinheiro destinado à ‘popularização da música clássica’ é gasto na compra de propriedades luxuosas, fretamento de jatos e até mesmo no pagamento de contas em sua casa.

A ‘caridade’ de Gergiev:

Ele comprou 3 apartamentos em um complexo em São Petersburgo e outros 4 apartamentos em um prédio residencial no centro de Moscou. Seus fundos também foram usados para construir uma dacha privada com uma sala de concertos. Putin chegou a visitá-lo uma vez.

Transfere o dinheiro diretamente da fundação para sua conta bancária pessoal. Entre 2018 e 2020, Gergiev se recompensou com mais de 300 milhões de RUB (US$ 4,3 milhões).

Este “arranjo da caridade” é dolorosamente familiar para aqueles que investigam a corrupção russa. Funcionários do governo roubam dinheiro na Rússia e o gastam em sua vida no exterior. Gergiev é um funcionário do governo e está fazendo exatamente a mesma coisa.

O fato de Gergiev ainda não ter recebido sanções é totalmente ridículo. Alguns empresários russos, muito menos apaixonados por Putin, foram punidos pelo simples fato de se encontrarem com Putin após a invasão. Gergiev não apenas se encontra com Putin, como também conseguiu um novo emprego.

Isso tudo, deveria qualificá-lo a receber sanções. Pedimos o resgate imediato do portfólio das propriedades italianas de Gergiev. Principalmente o icônico edifício veneziano e o apartamento de Nova York.

Por que permitimos que membros do círculo íntimo de Putin se beneficiem do ‘ocidente maligno’ que eles acusam de iniciar a guerra na Ucrânia?

Essa também é uma chamada para os holandeses. Para que revoguem a cidadania de Gergiev. Em que circunstâncias ele se tornou um cidadão holandês? Ele mora lá? Ele fala a língua? Ele é casado com uma holandesa?

Eu não acho.

Nós que investigamos a corrupção, pedimos aos parlamentares e funcionários dos governos do ocidente, que retirem de Gergiev suas medalhas, propriedades e passaportes estrangeiros.

É dever de cada cidadão, apoiar o trabalho da Fundação Anticorrupção.

Denuncie, é o seu dinheiro que cria a maioria dos reis bilionários do mundo e faz você de palhaço.

#MariaPevchikh é a chefe do departamento de investigação da Fundação Anticorrupção, uma organização russa sem fins lucrativos. Fundada para investigar e expor os casos de corrupção entre as elites russas. Durante seus onze anos de trabalho, ela foi autora de mais de uma centena de investigações. A organização anticorrupção é conhecida na Rússia como FBK e expôs ao mundo a propriedade de 1,5 bilhões de dólares construído por Putin, hoje conhecido como o Palácio de Putin.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 05/02/2022 em Brasil

 

Autoritários

Quando a Rússia abriu suas portas pedindo penico pro mundo, estavam completamente arruinados, pobres e sem condições de ajudar seu povo miserável.

Putin no início de seu mandato, fez negócios com o mundo, dando a entender que a Rússia mudaria da autocracia para uma democracia.

A Rússia estava ganhando dinheiro.

A Alemanha e a França acreditaram que a Rússia iria respeitar os países vizinhos e viver em paz.

Líderes da Alemanha e França acreditaram que a Rússia iria respeitar os países vizinhos, eles acreditaram em Putin e assim, negaram a entrada da Ucrânia na OTAN.

“Convido a Sra. Merkel e o Sr. Sarkozy a visitar Bucha e ver o que a política de concessões à Rússia gerou em 14 anos”. disse Zelensky.

O que a Alemanha e a Europa experimentaram nos últimos dias é nada menos que uma reversão das políticas de Merkel de garantir a paz e a liberdade por meio de tratados com déspotas”, escreveu o jornal conservador Die Welt.

O presidente alemão Frank-Walter Steinmeier, que atuou como ministro das Relações Exteriores em dois dos gabinetes de Merkel, admitiu que foi um “erro” construir a Nord Stream 2, o controverso gasoduto que iria dobrar as importações de gás da Rússia para a Alemanha.

Alemanha vinha se agarrando a pontes nas quais a Rússia nunca acreditou. A Rússia nunca será uma democracia de fato, pelo menos não enquanto Putin estiver no poder. Isso não passa de uma quimera.

A Alemanha acreditou que o comércio seria um agente de paz entre os países, mas essa estratégia falhou, porque homens como Putin são maus por natureza.

A defesa da Europa não é a Europa unida, mas sim a OTAN. E é por isso que a Ucrânia quis fazer parte da OTAN. É por isso que, agora mais do que nunca, a Finlândia, Suécia, Moldávia, Geórgia querem entrar na OTAN. Todos tem medo de Putin.

Putin não sabe conviver pacificamente com outros povos. Quando os Estados Unidos enviam armas ou ajudam um povo que quer ser livre e democrático, a Rússia ajuda os ditadores a se manter no poder.

Putin não percebe que só tem a ganhar sendo um “amigo” e deixando que o mundo seja livre pra que se desenvolvam. Ele é uma pessoa autoritária e pensa que a sua opinião deve prevalecer. Pessoas assim, nunca pensaram no povo. Elas detestam críticas. São pessoas que devemos manter distância. Espero que a Europa tenha aprendido a não confiar em pessoas que fazem de tudo e até mantam, pra se manter no poder.

E isso é o que nós brasileiros deveríamos aprender. Políticos que se juntam com seus algozes, não são de maneira alguma, pessoas confiáveis.

Na imagem abaixo, Oleg Orlov. Preso hoje na Praça Vermelha (Rússia), porque ergueu um cartaz dizendo: “Nossa falta de vontade de saber a verdade e nosso silêncio nos tornam cúmplices dos crimes”.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 04/10/2022 em Brasil

 

A Rússia de Putin

Na Ucrânia, os ocupantes russos deliberadamente vem destruindo as bibliotecas e caçando livros didáticos.

São livros sobre a história da Ucrânia e sobre a resistência nacional ucraniana. Essa é uma continuação de um genocídio que já dura pelo menos 300 anos.

Em 1720, o imperador russo Pedro, o Grande, ordenou a destruição de todos os livros teológicos impressos em língua ucraniana.

Na década de 1760, a imperatriz russa Catarina II, instruiu o conde Vyazemsky a desenvolver um programa de russificação na Ucrânia: -“para que eles comecem a se sentir russos e esqueçam a ideia de nos deixar”.

Em 1862, mais de 100 escolas ucranianas foram fechadas. Em 1863, Valuyev emite uma “Circular de Valor” afirmando que a língua ucraniana: – “nunca existiu, não existe e não pode existir”.

Em 1876, o imperador russo Alexandre II emite o “decreto Ems” proibindo a língua ucraniana em quase todos lugares.

O Decreto Ems proibia:

– qualquer importação de qualquer livro em ucraniano;

– qualquer impressão de qualquer livro em ucraniano, exceto alguns documentos históricos

– Qualquer peça de teatro em ucraniano;

– Impressão de qualquer libreto, músicas etc. em ucraniano;

– Qualquer declamação pública em ucraniano;

– Purgar quaisquer livros em ucraniano nas escolas;

– Verificar as opiniões políticas de todos os professores na Ucrânia e criar listas de professores pró-ucranianos. Esses professores deveriam ser demitidos e/ou removidos da Ucrânia para regiões russas;

– Proibir cientistas e autores ucranianos.

Poetas como Pavlo Chubinsky, foram proibidos de viver na Ucrânia. Ele foi preso em 1885 com sua esposa Nadia Sigida, depois que uma tipografia foi apreendida em sua casa. Pavlo foi enviado para a Sibéria, onde morreu em 1902, e Nadia para Kara, no Oceano Ártico, onde se suicidou após ser torturada.

O ícone da poesia ucraniana Taras Shevchenko foi enviado como soldado (castigo típico na Rússia czarista) para a Sibéria e o Cazaquistão e foi proibido pintar e escrever poemas (ele secretamente fez os dois, deixando belos poemas e gráficos, incluindo a violência russa.

Na União Soviética, a política linguística era diferente em diferentes épocas.

Após um curto período de “korenizatsiya” (apoio à língua ucraniana como ferramenta de combate à velhas elites czaristas), mas em seguida a URSS voltou à opressão tradicional da cultura ucraniana.

Aqueles que tentaram preservar as tradições nacionais, foram processados.

Em 1972, 14 estudantes e artistas foram presos pela KGB em Lviv por participarem da celebração não política do acordo de Natal. Tradição nacional ucraniana: com canções, trajes, etc.

O poeta ucraniano Vasyl Stus também foi um dos alvos. Ele passou 5 anos nos campos soviéticos e, depois que voltou para casa, foi preso novamente, morreu no campo siberiano em 1985.

As atrocidades contra a língua ucraniana continuaram.

E mesmo 30 anos depois da queda a URSS, nas identidades ucranianas costuma ter uma tradução do nome para o russo.

Veja abaixo a imagem do cidadão ucraniano que nasceu um ano após o colapso da URSS, 2008. Em sua identidade há o nome ucraniano Yevhen e a tradução para o russo como “Yevgeny”.

Com a guerra, nas regiões de Chernihiv, Sumy, Donetsk e Luhansk, ocupantes russos estão destruindo livros didáticos da história da Ucrânia. Eles procuram livros sobre a luta da Ucrânia pela independência, (Maidan) e sobre as guerras, relatou a inteligência de defesa da Ucrânia.

Isso é a consequência de séculos de opressão. Para Putin é uma maneira de destruir a Ucrânia – do mesmo jeito que fizeram, pelo menos desde 1720.

Condene os outros de fazer o que você faz.

Compare isso com as últimas declarações de Putin, a queima de livros nazistas e o mundo contra a cultura russa.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 03/27/2022 em Brasil

 

Autoritarismo x você

Nada ē mais estranho do que ver uma pessoa que tem liberdade, criticar e defender uma ditadura, sabendo que um governo autoritário escuta somente a sua própria voz. Enganam a si próprios, pensando que essa seria uma reivindicação do povo.

Não há independência em um regime autoritário. Lenin afirmava que o principal dever da imprensa, durante o período de transição de império para o comunismo, era um “instrumento de educação”.

E é. A imprensa deve ser livre pra guiar o povo, mas não a um totalitarismo.

O jornalista deve reconhecer e mostrar fatos históricos e jamais omiti-los, já que em um País autocrático o camino ē submissão, não apenas no campo das ideias, mas também na manipulação do ser humano, levando-o a uma embriaguês da verdade.

Isso não é nada novo se você conhecesse a história da humanidade. É só perceber como funciona o jornalismo independente livre versus mídia controlada pelo Estado.

Na Rússia a mídia está fechada e controlada por Putin. Ele ilude seu povo, criando uma imagem de de si mesmo como um salvador do povo russo. Putin ordenou que todas as agências de notícias se calassem. É o punho de ferro contra um jornalismo livre.

A Bloomberg teve que suspender as notícias dentro da Rússia.

A ABC definiu a situação russa, como lei de censura.

A CBS citou preocupação com a segurança de suas equipes de reportagem.

A CNN disse que parará de transmitir na Rússia, cortando o sinal no País.

A BBC anunciou que suspenderia a cobertura da Rússia depois que o governo russo bloqueou o acesso à rede de sites e organização de notícias estrangeiras por divulgar sobre a invasão russa.

A Rússia bloqueou o acesso à Voice of America, Radio Free Europe/Radio Liberty e Deutsche Welle, juntamente com os principais sites ucranianos.

O Facebook, Twitter e Instagram também foram bloqueados.

As medidas foram devastadoras para jornais independentes russos, emissoras de TV e rádios no País fecharam e enviaram seus funcionários para o exterior.

Vladimir Putin ameaçou com 15 anos de prisão jornalistas que contradizem a propaganda estatal. Uma lei “aprovada” pelo parlamento russo e assinada por Putin, proíbe que jornalistas mencionem ou relatem notícias sobre a Guerra com a Ucrânia sem que passem pelo crivo do Estado.

O comitê para a Proteção dos Jornalistas, implorou às autoridades russas que permitissem que os meios de comunicação locais e internacionais operassem livremente. Gulnoza Said, coordenador do programa da Europa e Ásia Central, chamou as ações da Rússia de “censura total.

Uma resistência internacional de programadores de computador e voluntários vem tentando perfurar a propaganda do Kremlin e expor os russos comuns à verdade sem censura sobre a guerra. Eles construíram ferramentas que permite que qualquer pessoa surpreenda os cidadãos russos com mensagens de texto, detalhando o número de civis mortos na guerra. Eles publicam vídeos anti guerra e constroem sites de notícias para driblar a nova cortina de ferro russo.

Putin vai condicionado o povo russo, com a ajuda de jornalistas que não se importam com a verdade. Jornalistas mau caráter, que lá na frente, serão substituídos por jornalistas jovens e totalmente alinhados com as ideias dos oligarcas e do partido putista. Assim como aconteceu na época de Lênin, levando todos os outros aos gulags e ou a morte.

Não é democracia contra capitalismo.

Portanto a vigília de um jornalista deve ser constante e jamais a favor do autoritarismo. Caso contrário esses jornalistas serão os primeiros a chorar se algum dia um político implantar qualquer política autoritária.

É democracia contra autoritarismo.

Já que o capitalismo existe nas duas ideologias.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 03/22/2022 em Brasil

 

Stop War

A Europa, Estados Unidos, junto com os demais países democráticos, vem dando uma surra na Rússia de Putin com as pesadas sanções impostas. Isso demonstra que esses países não estão preocupados com a sua própria economia, mas sim, com o fator humano.

Vidas estão sendo ceifadas e afetadas na Ucrânia. E o mundo livre está demonstrando que se importa com elas.

Mesmo sabendo que a OTAN não pode entrar nessa guerra, caso contrário entraremos em uma terceira guerra mundial, os países que fazem parte da OTAN, vem ajudando a Ucrânia com armamentos.

O mundo ocidental mudou e é nesse mundo que desejo viver.

Basta agora o brasileiro encontrar um líder, que não seja egoísta, como esse que nos governa.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 03/08/2022 em Brasil

 

Uma República Ruim

Como explicar o Brasil daqui há alguns anos:
Temos jumentos defendendo a Rússia e gado defendendo os Estados Unidos.
E vemos gado apoiando a Rússia e jumentos apoiando os Estados Unidos.
Tudo junto misturado.

Segundo fontes expressivas mundiais, somos considerados os patetas do mundo que não sabem se posicionar.

O povo gado, os que acreditam que o presidente foi até a Rússia para evitar a guerra, estão questionando os imperialistas e não enxergam mais os comunistas como sendo autoritários.
O povo jumento, os que sempre estiveram a favor do Putin, estão divididos entre os imperialistas e comunistas, mas concordam ver o presidente de boca amarrada e trancado no cercadinho.
Já o povo sábio pede que pelo menos, o presidente incompetente se posicione a favor da Ucrânia.

O Presidente que já foi um solado raso, expulso pelo exército, prefere os conselhos de um vereador chinfrim e para espanto da Nação desautoriza as palavras de um experiente general homem de guerra a segunda pessoa mais importante do País.

O povo, que sempre precisou escolher entre o menos pior, mais uma vez, vê a figura máxima da Nação apoiando o nacionalismo autoritário de Putin ao lado da China, Venezuela, Cuba… rejeitando a “detestável” democracia americana e europeia.

Que País!
Deve ser por isso que o STF se mete em tudo.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 02/26/2022 em Brasil

 

Maricas com H

Estamos no século XXI, mas ainda há os que se comportam como se estivéssemos vivendo na época do homem nas cavernas.

Dizem que nossos homens se tornaram ‘maricas’.
Dizem que não há mais homens com ‘culhões’.
Dizem que os homens ocidentais estão com medo de fazer guerra.

Quem quer guerra?
Quem ainda torce pela guerra?
Quem quer pegar uma arma e matar uma pessoa inocente?

Brutos.
Apenas brutos.
Ditadores bilionários e ao mesmo tempo tão miseráveis e vazios.

Zilhões de vezes homens ‘maricas’.
Homens que ajudam suas esposas, abraçam seus filhos e que não querem guerras.
Homens que amam.

Os brutos são crianças birrentas.
Tratá-los como tal, não nos faz inferior, evidência nossa superioridade.
Revidar tiro com tiro, destrói duas famílias.
Revidar tiro com castigo, fará com que um dia todas as guerra fiquem pra trás.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 02/25/2022 em Brasil

 
 
%d bloggers like this: