RSS

Arquivo da Categoria: evolução

A grande revolução 

Você reparou que a Inteligência Artificial, está se desenvolvendo e transformando nossas vidas, e nós não estamos nos dando conta dessa transformação?

Entendidos dizem que as máquinas serão o cérebro do futuro, e serão elas que irão compreender, raciocinar e resolver todos os problemas do mundo, e pasme, sem a ajuda do ser humano!

Basta ligarmos nosso computador ou o celular pra receber uma enxurrada de anúncios e produtos que dão a impressão de que sabem exatamente o que procuramos. E pasme, eles sabem! Isso é Inteligência Artificial.

Quando abrimos o Facebook já estamos interagindo, sem saber, com uma inteligência artificial.

Mas isso tudo vai muito além. A Google, por exemplo, está pra lançar um carro totalmente autônomo. Você consegue imaginar um ônibus andando nas ruas, recolhendo pessoas, sem motorista?

Pesquisadores do Georgia Institute of Technology desenvolveram robôs artificialmente inteligentes capazes até para trapacear.

Tudo que puder ser automatizado será. Se isso é bom ou não, só saberemos há algumas décadas.

Madame Bê

 

A Humanidade está gorda

evolution 4

Hoje 40% da humanidade está com sobrepeso ou acima do peso, Nos movemos ao longo dos séculos de áreas rurais para cidades, onde temos alimentos baratos e processados. Não há quase gasto de energia no preparo de nosso alimento. É relativamente fácil ir a um supermercado, encher o carrinho de porcarias fáceis de preparar e comer.

Há 10.000 anos atrás éramos caçadores-coletores, e há até poucos anos atrás nossos ancestrais trabalhavam nos campos. Segundo cientistas nos últimos 100 anos, ficamos mais altos, mais gordos, e vivendo mais tempo do que em qualquer outro momento da história.

A evolução do ser humano vem acontecendo ao longo de toda nossa existência. Somos bilhões, mas… Estamos vendo a água cada vez mais poluída, o solo cada vez mais deficiente, uso exagerado de fertilizantes, entre outras questões.

Precisamos com urgência de outro planeta, igualzinho ao planeta Terra, para podermos continuar e sentar nossas buzanfas em frente aos enormes televisores e devorar toda essa comidinha deliciosa que vem pronta dos super-mercados. Ou….

Madame Bê

 

Feministas e Feminazis

Feministas-04

Sempre disse aqui que sou feminista. Acredito em direitos e deveres iguais. Penso que a mulher é tão capaz e inteligente quanto o homem. Acredito que todo cidadão deve ser livre para fazer suas escolhas pessoais e amorosas, sem que isso afete a outrem.

Mas o que estamos vendo acontecer no Brasil ultimamente já há muito descambou pra desordem. Mulheres depredando patrimônio público, nudez e peitos de fora, pichamentos em catedrais…

Na minha terra dizem o seguinte: “Se quer aparecer pendure uma melancia no pescoço e suba na torre da igreja”.

As mulheres não precisam sair nas ruas mostrando o suvaco cabeludo e gritando palavras de ordem pra conquistar seu espaço ao lado do homem. Ao longo dos anos, isso vem acontecendo progressivamente. Acredito na evolução e no amadurecimento de ambos os lados.

O que estamos assistindo, não é nada mais nada menos, que algumas mulheres recalcadas e mal-amadas, tentando de todas as formas, jogar a culpa de sua infelicidade nas costas dos homens na ilusão de que são superiores.

Madame Bê

 

 
 

Etiquetas:

10%

52-p-frame-o-verdadeiro-concilio-vaticano-ii

Nos últimos 2000 anos a igreja vem juntando uma incalculável fortuna. Não só a igreja católica, mas também todas aquelas que arrecadam de seus fiéis uma graninha bacana para pelo menos deixar seus pastores, padres, bispos, papas bem longe da pobreza do mundo real. E são esses mesmos que pregam o amor ao próximo, a compaixão, o desapego. Faça o que digo, mas não faça o que faço, lema que seguem à risca. Enquanto doamos 10% de nossos salários para igrejas nossos hospitais, principalmente os do interior do Brasil, passam à mingua.

 

Sim é um problema público, mas no Brasil tudo que é público, é mal administrado. Portanto, questiono aqui: E se em vez de doarmos 10% para igrejas, doarmos esse dinheiro para nossos hospitais? Afinal, quando estamos doentes vamos para um hospital e não para uma igreja. Deus não precisa de dinheiro.

 

Podemos até pagar, por batizados, casamentos, enterros uma quantia qualquer. Garanto que nenhum dos religiosos passaria fome, já que é grande o número de pessoas que faz uso dessas práticas. E em contrapartida teríamos hospitais de primeiro mundo, em todos os cantos desse Brasil. Vamos abraçar essa revolução. Vamos ser revolucionários, não foi isso que o Papa propôs?

 

Madame Bê

 

 

 

Etiquetas: ,

Je suis Charlie

Charlie-Hebdo-4bf92
charlie-hebdo-6
charlie-hebdo-7
76166756
10926377_943512849012631_2947154601182392025_n
Charlie-Hebdo-6 (2)
92603780
Charlie-Hebdo-2
Eu sou Charlie Hebdo. Acredito na liberdade de imprensa e na liberdade de expressão. Não me sinto à vontade sabendo que existe governos, religiões e ideologias, que se achem no direito de limitar a liberdade. Humor sempre existiu, com ou sem sarcasmo. Em uma democracia, os limites para se expressar devem ser nulos.

Eu sou Charlie Hebdo, porque abomino a ação de fanáticos que decidem matar aqueles que de maneira caricata, criticam as hipocrisias do mundo. Terroristas são escória, usam a violência “justificada” para impor ideais e defender uma visão que não podemos tolerar.

Eu sou Charlie Hebdo porque, acredito que todo extremismo deve ser combatido. Temos que lutar contra a violência, e para tanto só temos as palavras e a caneta. Não há diferença entre Al Qaeda ou Estado islâmico, as FARC e ELN, Comunistas e Nazistas, fascistas todos têm motivações altruístas.

Eu sou Charlie Hebdo, porque acredito num mundo melhor. Um mundo onde ninguém possa impor por meios abomináveis, a quem quer que seja a ideologia de outrem. A crítica deve ser vista como algo a ser reparado. A crítica aponta erros, aceita-la cabe a aqueles que defendem um mundo sem racismo, sem corrupção, sem imposição e sem egoísmo e inveja.

Madame Bê

 

Cuba Livre

10372090_743217475753361_4120449552781955897_n
As porteiras estão prestes a abrir em Cuba. Em 1961, quando Cuba se tornou comunista, as propriedades e companhias de cidadãos americanos, passaram a pertencer aos irmãos Castro. E por esse motivo aconteceu o embargo, mas não foi tão cruel como pintam. “Antes de 1959, o problema de Cuba era a presença de relações econômicas com os Estados Unidos. Depois o problema se tornou a ausência de relações econômicas com os Estados Unidos.” (Diogo Costa) Os cubanos sempre puderam comprar produtos americanos pelo México. Comprar carros do Japão, brinquedos da China, ou qualquer coisa do resto do mundo. Não compravam, porque não tinham dinheiro. De que adianta ter terras, se você não tem ferramentas para trabalhar. Por que trabalhar, se nada é seu de verdade, e o lucro vai todo para o governo?

O livre mercado é sem dúvida, o único meio de um País crescer. Podemos citar aí, o Brasil. Enquanto uns trabalham, outros recebem por não ter onde trabalhar. Isso na verdade, é, também uma espécie de escravidão. Pois assim o Estado pode manipula-los, sempre que precisar. Caso fosse um País sério, políticos, tratariam de trazer novas empresas.

Um País só vai para frente, quando sua economia é forte. Para tanto, as pessoas precisam se sentir estimuladas a trabalhar. O trabalho, só é estimulado, quando o trabalhador recebe pelo seu serviço. E esse é o maior fracasso do comunismo. Como não ruir um governo que escraviza seu povo, enquanto vive das benesses do capitalismo.

Voltando a citar Cuba, Republicanos, precisam deixar o rancor de lado, e acabar com esse embargo imposto a Cuba. Cuba está em ruínas. Raúl, precisa mais do que nunca, de investimentos. Querendo ou não, acho muito difícil os Republicanos, não se render pois EUA, também cresce, com a possibilidade de empresas americanas entrar novamente no País. O grande passo foi dado, com a retomada das relações diplomáticas entre os dois Países. Basta agora, Cuba querer de fato, ver seu País se desenvolver. Um povo sem amarras, é capaz de agigantar um País.

Madame Bê

 

Etiquetas:

Feminismo X Machismo


Li algo sobre ser machista e ser feminista, e concordo quando o autor diz, que nós mulheres também somos culpadas do mundo ser machista.

Quem quiser ler todo texto, vá até: http://papodehomem.com.br/feminismo/#feminismo18

Segue o teste, e as minhas respostas, propostas pelo autor no início do texto sobre ser ou não feminista…

• Mulheres devem receber o mesmo valor que homens para realizar o mesmo trabalho? SIM
• Mulheres devem ter direito a votar e ser votadas? SIM
• Mulheres devem ser as únicas responsáveis pela escolha de suas profissões, e que essa decisão não pode ser imposta pelo Estado, pela escola nem pela família? SIM
• Mulheres devem receber a mesma educação escolar que os homens? SIM
• Cuidar dos filhos deve ser uma obrigação de ambos o pai e a mãe? SIM
• Mulheres devem ter autonomia para gerir seus próprios bens? SIM
• Mulheres devem escolher se, e quando, se tornarão mães? SIM
• Mulheres não devem sofrer violência física ou psicológica por se recusar a fazer sexo ou por desobedecer o pai ou marido? SIM
• Tarefas domésticas são de responsabilidade dos moradores da casa, sejam eles homens ou mulheres? SIM
• Mulheres não podem ser espancadas ou mortas por não quererem continuar em um relacionamento afetivo? SIM

Assim sendo, segundo o autor, eu sou feminista ao extremo… rs

Madame Bê

 
 
 
%d bloggers like this: