RSS

Arquivo da Categoria: humor

Um circo chamado Babilônia

JusticaPograma
Trago aqui algumas sugestões, de novos projetos de leis, que acredito serem de valia para nós, os trabalhadores brasileiros. Gostaria muito que fossem analisadas e votadas no congresso, mesmo sabendo que isso acarretará mais trabalho aos estimados deputados. Desde já, agradeço, e peço desculpas por fazer vocês trabalharem depois da hora.

Projeto de lei sem número – (nada interessante) – Proíbe fabricar, traficar, importar, vender e principalmente utilizar qualquer tipo de maquiagem para olhos, lábios e rosto. Por transformar as mulheres desse País, fazendo com que os homens, não mais se sintam enganados.

Projeto de lei sem número – (jogatina) Torna-se crime, com pena de um ano de cadeia, sem auxílio reclusão, fabricar, importar ou distribuir jogos como banco imobiliário, War, e principalmente baralhos com fotos de pessoas peladas; por serem ofensivos aos costumes e tradições do povo, aos seus cultos, credos, religiões.

Projeto de lei sem número – (dona florinda) – O presente projeto de lei tem o propósito de proibir rolos de macarrão em todas as residências do Brasil, por ter como principal alvo, maridos safados e cafajestes.

Projeto de lei sem número – (embelezamento) – Todo e qualquer cidadão que sofre com a fatídica falta de cabelo, será beneficiado com um desconto de 50% nas barbearias brasileiras.

Projeto de lei sem número – (passivos) – Esta lei defende a total remoção de todos os bonecos como: iron man, max steel, hulk, homem aranha, wolverine etc. das lojas de brinquedos. Garantindo assim a total masculinidade dos homens de nosso País.

Projeto de lei sem número – (engarrafamentos) – Lei que permite o uso de burros e cavalos, para desafogar o tráfego nas principais rodovias do País.

Assim que esses projetos tornar-se-ão leis, estarei engajada a providenciar outras para que o povo saiba o quão importante é o vosso labor.

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 06/28/2013 em humor

 

Etiquetas:

Tipo assim…haaaa, como eu queria

Queria ter um corpitcho tipo assim meio saradinho, bunitinho, perfeitinho, gostosinho. Cheio de curvinhas, cá e lá. Coisa de revista, (rindo).

Os olhos podem até ser verdinhos, mas tipo assim, grandões. E que eu conseguisse ler, até bula de remédio sem precisar da lupa. Pálpebras sem flacidez e sem bolsa pochete. Sobrancelhas bem delineadinhas, sem ter que passar pelo martírio de retocar todo final de semana. Uma boca carnuda, tipo Angelina Jolie. Cabelos volumosos e maravilhosos, mesmo depois de uma noite de pesadelo. E a pele branquinha ou morena, mas que fosse como um bumbum de beb. He he… Seios empinadinhos, nem muito grandes nem muito pequenos; seguidos de braços sem flacidez. Barriguinha chapadinha e sem pneuzinhos, cinturinha fina e uma traseira arrebitada, durinha e pelo amor de Deus, SEM CELULITE. Pernas na medida certa, torneadas e sem os indesejáveis pelinhos.

Haaaaa como eu queria….

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/18/2012 em humor

 

Quem disse que não sei Inglês?

Ontem fui ao shopping center, botei meu shorts, meu blazer e meu tênis all star, coloquei spray no cabelo e fui… No caminho vi um outdoor e lembrei que meu Jeep estava sem diesel. No posto aproveitei pra ir ao WC; e comer um cheeseburger, na saída passei em frente ao freezer peguei uma pepsi diet, continuei a viagem escutando um rock. Já no shopping entrei em uma boutique muito fashion onde comprei um baby doll, um vestido de lycra e um jeans que vi em um site na internet. Depois fui ao cinema, no lobby peguei um whisky com o barman, entreguei meu ticket e entrei. O filme? Uma comédia. O som era stereo, teve strip-tease, cowboy trajando black tie, tudo muito sexy.

Ainda fui a praça de alimentação comi um hot dog um hamburguer com muito ketchup uma pizza com bacon uma banana split e mais um milk shake. Lógico fui parar no hospital; o enfermeiro, um gay, me receitou uma aspirina e me mandou de taxi pro hotel Holiday Inn. No saguão um DJ entregava seus CDs e LPs ao office-boy que jogava vídeo-game, fiz meu check in, mas antes enviei um e-mail, subi assisti um trailer na TV e adormeci na cama king-size. Depois dizem que ir ao shopping não dá stress.

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/13/2012 em humor

 

Etiquetas:

Use com moderação

Indicações:
Homem é recomendado para mulheres portadoras de SMS (Síndrome da Mulher Sozinha). Homem é eficaz no controle do desânimo, da ansiedade, irritabilidade, mau-humor, insônia etc.

Posologia e Modo de Usar:
Homem deve ser usado três vezes por semana. Não desaparecendo os sintomas, aumente a dosagem ou procure outro. Homem é apropriado para uso externo e interno, dependendo da necessidade.

Precauções:
Mantenha longe do alcance de amigas (vizinhas solitárias, loiras sorridentes, etc).É desaconselhável o uso, imediatamente após as refeições.

Apresentação:
Mini, Max, Super, Mega, Plus, Super Mega Max Plus e ‘Oh meu Deus!!!’

Conduta na Overdose:
O uso excessivo de Homem, pode produzir dores abdominais entorses, contraturas lombares, assim como ardor na região pélvica. Recomenda-se banhos de assento, repouso e contar vantagem para a melhor amiga.

Efeitos Colaterais:
O uso inadequado de Homem pode acarretar gravidez e acessos de ciúmes. O uso concomitante de produtos da mesma espécie pode causar enjôo e fadiga crônica.

Prazo de Validade:
O número do lote e data de fabricação, encontram-se na cédula de identidade e no cartão de crédito.

Composição:
Água, tecidos orgânicos, ferro e vitaminas do Complexo ‘P’.

Funcionamento:

1. Ao abrir a embalagem, faça uma cara neutra; não se mostre muito empolgada com o produto. Se ficar muito seguro de si, o homem não funciona muito bem, vive dando defeito.

2. não existe genérico.

3. Guarde em lugar fresco e seguro (pois é frágil e facilmente contaminável).

4. Deixe fora do alcance de pseudo-amigas.

5. Para ligar, basta uns beijinhos no pescoço pela manhã, para desligar basta uma noite de sexo (ele dorme como uma pedra e nem dá boa noite – falta de educação é defeito de fábrica).

6. Programe-o para assinar talões de cheques sem reclamar.

7. Carregue as baterias três vezes por dia: café, almoço e jantar.

ATENÇÃO:
Homem não tem garantia de fábrica e todas as espécies são sujeitas às incontáveis defeitos(falhas de caráter,mentiras de todos os tipos,, atitudes sem noção,medo de se envolver,grosserias e insensibilidades, imaturidade, egoísmo ,infidelidade,’mania de vai com os outros’… são algumas das falhas mais comuns). A solução é ir trocando até que se ache o modelo ‘ideal’. Recentes pesquisas, no entanto, atestam que ainda não se conseguiu inventar tal protótipo. Cuidado, existem no mercado algumas marcas falsificadas, com embalagem de qualidade, mas que ao ser aberta, apresenta um produto inócuo/ou prejudicial. Ou seja, produto que além de não apresentar efeito positivo, pode agravar os sintomas. Não contém SIMANCOL.

Recebi por e-mail, e não sei o autor….
S@peka

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/13/2012 em humor

 

Facebook é carta fora do baralho


Vamos por os nos pingo nos is…

O facebook era mão na roda, agora mais parece uma pedra no sapato. Virou uma mala sem alça. O povo só enchendo linguiça, procurando cabelo em ovo, fazendo tempestade em copo de água, colocando até santo pra rezar.

Se não tiver o que fazer, vá trampá, arrastar as asas, molhar o biscoito, colar velcro, segurar vela, plantar batatas, liberar um moreno em vez de pagar mico.

Isso lá, parece a casa da mãe joana, cheio de abobrinha. Não vou me fazer de rogada, nem vou dar colher de chá, vou chutar o balde e o pau da barraca. Colocar a barba de molho e sair à francesa.

Não gosto desse chove não molha. Gosto de bater um lero, com uma bituca na boca, e não ficar de borocochô com o que se lê.

Espero que tenha caído a ficha viu seu mané, que isso sirva também pro ciclano, beltrano e pro fulano.

Pronto falei, estou com a pá virada, virei jararaca, só lamento que esse texto vai virar pizza.

Bitocas

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/07/2012 em humor

 

Etiquetas:

Eeeeeeeé…

Estava eu no igarapé, admirando um aguapé, quando veio um mané, que chegou num pangaré, levantando seu boné, saudou-me com um rapapé.

Sua bota com chulé, era de couro de jacaré, ofertou-me um picolé. Desse modo levou-me ao arrasta-pé, onde dancei na ponta do pé, a música bate-pé.

Já no seu chalé, telhado de santa-fé, com enorme chaminé, ofertou-me um café. Sentada perto do rodapé, provei o rapé, no narguilé, assim fiquei lelé.

Apareceu um pajé, até fez cafuné, mostrou o seu filé, mais parecia um tripé, imaginem o tamanho do pé.

Triste foi quando seu Zé, deu-me um pontapé, justo quando vi o tal buscapé. Veja só José, atiçou uma tsé-tsé.

Vou rezar no candomblé, cuidado sua mané.

Ou quem sabe vou à Igreja do Bonfim renovar minha fé, e tenha certeza que no sopé, vou comer um acarajé.

Muito Axé, Até…

alguns significados:
Igarapé (onde nasce um rio) Aguapé (planta aquática) Mané (sujeito indolente) Pangaré (cavalo) Rapapé (arrastar o pé ao cumprimentar) Chulé (mau cheiro nos pés) Arrasta-pé (baile com musica sertaneja) Bate-pé (música de Roberto Leal) Chalé (casa de madeira) santa-fé (telhado de palha) Rapé (tabaco em pó para cheirar) Narguilé (Cachimbo turco, índio ou persa) Lelé (maluca) Pajé (personagem que exerce as funções de conselheiro, médico, sacerdote e feiticeiro, intermediário entre os indígenas e suas divindades) Cafuné (carinho) Filé (carne nobre) Tripé (homem bem dotado) buscapé (fogos de artificio) tsé-tsé (mosca africana) candomblé (religião afro) Sopé (pé do morro) Acarajé (espécie de bolo) Axé (gênero musical)

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 09/25/2012 em humor

 

Etiquetas:

Vamos rir

Algumas cantadas que roubei da net, he he he

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 08/30/2012 em humor

 

Etiquetas:

 
%d bloggers like this: