RSS

Cuba: Um enorme corredor de morte abarrotado de cubanos e dor.

Quero falar do meu ativismo contrarrevolucionário, da minha “respiração” anticastrista, da minha anti-ideologia sanguinária e da minha “selvageria” cem por cento “nacional”, em 2018.

Todo esse tempo que nós cubanos concordamos em viver sob o regime de Castro, nós nascemos, nós sobrevivemos e morremos condenados a uma das mais terríveis, mais sinistras e mais insuportáveis mortes que um ser humano pode sofrer em qualquer lugar deste planeta, isto é, a morte na vida.

Porque, de uma maneira ou de outra, nós cubanos, em grande número, para nos salvar da morte física, burlamos a maldade da vida, ridicularizando abertamente os nossos próprios infortúnios e jogamos com as palavras e uma tranquilidade surpreendente, mesmo o que é dito com tensão e desprezo.

É por isso que digo que a morte em Cuba, é mais que física, é espiritual, é da consciência, do intelecto, de não viver a vida ao máximo, de não poder desenvolver a capacidade de empreendedorismo e, acima de tudo, ter que perdurar e coexistir com a podridão, o abandono, o churre, a violência, o canibalismo ideológico, a revolução fracionada, o socialismo de esgoto, a traição, a corrupção, o oportunismo, a desonra, a falta de vergonha, a inveja e todos golpes que eu puder aqui colocar.

É que em Cuba, “a humanidade” morre de mesmisse e demasiadas vezes, nem os especialistas saberiam determinar se foi de diabetes, de doença venérea, um espírito inconformado por usar sapatos apertados ou stress por viver em um País caricato onde até a merda é política.

Digo também que, morrer em Cuba é uma verdadeira tragédia, é uma realidade intimamente ligada a todos os males que exalam dessa ditadura fatal. Se formos honestos, desde o nascimento nessa “amada ilhota”, estaremos condenados a viver as profundas e sucessivas crises geradas devido a ditadura e sua incompetência administrativa, pela sua repressão sem limites e a tudo que significa um pouco de progresso para o povo, pela politização excessiva de todos os eventos humanos, religiosos, culturais, econômicos e sociais, pela humilhação sustentada por um povo com constituições, decretos, leis, artigos e normas que sufocam a decência e pela degeneração mental que te nocauteia diariamente por um pedaço de pão para nossos estômagos como se tocassem a nona sinfonia de Beethoven, com a Oda a la tristeza cantada pelos “Guaracheros de Regla”.

Agora, depois desse monte de anos, eu começo a refletir e olhar para a minha vida vivida em Cuba e eu me dou conta de que o cubano tem de “rebolar” muito para o vendaval castrista não levá-lo para baixo, pois por mais que você tente avançar só vai para trás e para trás, porque não há nenhum mecanismo, escolha, ou solução que irá permitir você de progredir sem cair em “atividades econômicas ilegais” que em qualquer outro país são a coisa mais normal do mundo.

Mas, “isso, a esse freio “natural” da vida que se vive em Cuba, é preciso acrescentar que desde que éramos pequenos todas as carências, os desejos reprimidos, as vicissitudes, os racionamentos, a separação de adolescentes dos pais, a gana em querer “voar”, a violência política, a repressão física e espiritual, os dotrinamentos, as filas, as delações, a ideologia, a moral, a corrupção, a angustia, o oportunismo, o líder, o outro líder, o partido, é uma prisão para qualquer ser humano.

É triste. Um país que poderia ter sido o melhor dos melhores, um verdadeiro paraíso “de terno e gravata”.

Castro converteu-o, desde 1º de janeiro de 1959, em um enorme corredor de morte onde o cubano vaga como uma alma em dor e sem outra opção senão ansiar desesperadamente por um exílio para o qual, no último segundo, possa salvar-se …

Eu repito: é muito triste.

Cubano Ricardo Santiago.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 01/25/2019 em Brasil

 

Repassando

Eu não podia deixar que 2018 acabasse sem fazer alguns agradecimentos.

Eu até pensei em agradecer à toda a esquerda, mas seria genérico demais. Então, como diria Jack, vamos por partes. (piadinha horrível. Eu sei).

•Muito obrigado à Maria do Rosário. O seu chilique vitimista, quando se intrometeu -absolutamente descontrolada- naquela entrevista, fez com que o Brasil conhecesse quem era aquele parlamentar que combatia fortemente sua ideologia nefasta, mas vocês o silenciavam.

•Muito obrigado ao Jean Wyllys. Suas declarações intolerantes, mostrando que se recusaria a qualquer tipo de diálogo, nos mostrou quem são os verdadeiros fascistas. Não podemos nos esquecer, também, da sua luta aguerrida pela ideologia de gênero nas escolas e pela sexualização das nossas crianças.

•Muito obrigado à Dilma Rousseff. Seu governo desastroso, próprio de quem não consegue -sequer- concatenar uma frase, revelou quais são as verdadeiras consequências da esquerda.

•Muito obrigado ao Lula. A exposição da corrupção deslavada, que você comandou, fez com que os brasileiros percebessem o quão idiotas foram, acreditando na sua demagogia de “homem do povo”.

•Muito obrigado ao Fernando Henrique Cardoso, que levantou da sua sepultura política para tentar defender, de forma ridícula, o projeto ideológico criminoso que planejou nos anos 90.

•Muito obrigado ao Haddad, que muito antes das eleições já tinha sido o Ministro do Kit Gay e tentou erotizar nossos filhos dentro das salas de aula.

•Muito obrigado ao Ciro Gomes que esqueceu o Rivotril e nos mostrou um pouco da “Cirocracia”, ao esmurrar um repórter que lhe fez uma pergunta incômoda.

•Muito obrigado ao Senador Paulo Paim, que enviou uma “nota de censura” à um comediante, em papel timbrado do Senado “Federel”, expondo o total repúdio que têm à liberdade de expressão.

•Muito obrigado ao Grupo Globo e Folha de São Paulo. As constantes tentativas, patéticas, de desmerecerem o caráter do presidente eleito (Vocês chegaram a publicar que ele chamava uma coleguinha de gorda, aos 6 anos de idade. Pelo amor de Deus) só mostraram para o povo que, em quase 30 anos de vida pública, não tinham NADA para acusa-lo. Um obrigado mais especial à Miriam Leitão, por ter psicografado um editorial e negado o próprio Roberto Marinho, ao vivo. Aquela cena foi impagável.

•Muito obrigado à Daniela Mercury, Claudia Leitte, Anitta e toda a galerinha do “Ele Não”. Vocês expuseram a farsa da Lei Rouanet, que usa dinheiro DO POVO para comprar o apoio de artistas milionários.

•Muito obrigado ao Duvivier, Felipe Neto, Marcelo D2 e outras aberrações do universo das sub-celebridades, que resolveram se reinventar como cientistas políticos, com toda a credibilidade de quem posta fotos no Instagram abraçado com pés de maconha.

•Muito obrigado aos alunos das Federais. A participação de vocês, com seus seminários, palestras e saraus, nos mostrou a decadência do ensino da “Pátria Educadora”, que transformou as universidades em fábricas de alienados.

•Muito obrigado aos coletivos sociais. Sem a militância de vocês, jamais teríamos uma clareza tão absoluta sobre a “reengenharia social” que tentavam nos impor.

•Muito obrigado à Fernanda Montenegro, ao José de Abreu, ao Chico Buarque, ao Caetano Veloso. Vocês nos lembraram que nem sempre os cabelos brancos trazem sabedoria, que precisamos de renovação. Afinal, como disse Rui Barbosa, “Os canalhas também envelhecem”.

•Muito obrigado ao Cid Gomes e ao Mano Brown. O discurso de vocês não adiantou de nada, mas nos rendeu boas risadas. Ver a cara de tacho dos petistas, tendo que ouvir algumas verdades, dentro de seus próprios comícios, foi sensacional.

Enfim, muito obrigado a cada político/militante esquerdista, que passou as últimas décadas lutando por essa ideologia genocida que, enfim, passou dos limites. Se não tivessem abusado, agido como donos da sociedade, tentado impor o “politicamente correto” à qualquer custo, provavelmente nós não teríamos um presidente de direita.

Bolsonaro é a consequência dos seus desmandos e sandices. É a resposta de um povo abusado, roubado, esgotado.

Então, muito obrigado!

Se não houvessem insetos, não haveria o inseticida. 🇧🇷

Massimo F Reis Junior – 27/12/2018

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 12/31/2018 em Brasil

 

Civilidade

As pessoas querem apenas viver suas vidas civilizadamente, sem se importar o que outros fazem ou deixam de fazer. Querem poder ser atendidas por um bom profissional quando doentes e poder contar com um bom hospital quando a doença é mais séria. Muitas poupam anos ou fazem uma prestação alta, pra ter seu próprio carro pra poder se locomover, já que pouco se tem quanto ao transporte público e mesmo assim são desafiados a dirigir em estradas extremamente descuidadas, cheias de buracos e muitas vezes sem acostamento; minadas com pardais por conta do descaso dos governantes. As pessoas na sua grande maioria quer que seus filhos estude em boas escolas, com professores qualificados sem que esses incitem seus filhos a suas ideologias. Mas quando as pessoas percebem que, muitas das faculdades federais e estaduais estão pichadas e mal cuidadas, quando observam os adolescentes sem roupas, drogados, gritando palavras de ordem na maioria das vezes sem sentido algum, elas simplesmente se revoltam e querem um basta pra tudo aquilo que incomoda. A mesma coisa acontece com feministas, essas que se imaginam “empoderadas”. Com a turma que segura e dispara seus potentes rifles, tocando terror. Com as pessoas que acreditam ser merecedoras de um tratamento diferenciado… Essas coisas e a corrupção generalizada, levou a esquerda ao chão. E digo mais, caso isso tudo continue, mais o ódio reinará nesta terra. O brasileiro está de saco cheio. Um norte precisa ser encontrado pra o bem de todos.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 11/09/2018 em Brasil

 

A menina e o leão

Um moço estava passeando em um zoológico do Brasil, quando viu uma menina encostada na jaula de um leão. Derrepente o leão a agarra pelo casaco e tenta puxa-la para dentro e abate-la. O moço corre e acerta um soco poderoso no meio do nariz do leão. A dor faz o leão pular, soltando a menina. O moço, leva a menina até seus pais, que lhe agradecem infinitamente.

Um repórter da Folha de São Paulo assistiu todo evento, se dirige até o moço, dizendo: – essa foi a coisa mais corajosa que já vi um homem fazer.

O moço responde, que não foi nada, foi intuitivo e que o leão estava atrás das grades.

O repórter da Folha de São Paulo diz: – bem vou me certificar de que isso não irá passar desapercebido. Sou jornalista e amanhã essa história estará na primeira página do jornal. Diga-me o que você faz para viver, e como você vota?

O moço responde: – sou tenente do exército brasileiro, um social liberal e votei em Bolsonaro.

Na manhã seguinte, o tenente compra o jornal e se depara com a seguinte manchete:

“Um tenente do exerxito brasileiro, agride imigrante aficano e rouba o seu almoço.

É mais ou menos assim a abordagem da Folha, quando o assunto não condiz com sua ideologia. 😂😂😂

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/31/2018 em humor

 

Gulags na America do Sul

Câmaras de tortura (prisões) do regime bolivariano.

Cinco pisos abaixo da superfície, não há janelas, não há luz natural e o ar condicionado sempre abaixo de zero. O único som é a passagem do metrô. As sete celas de dois por três metros estão alinhadas de forma contínua, uma atrás da outra, o que impede os detentos de se verem. Piso e paredes brancas, grades cinzas, com uma abertura onde lhes introduzem a comida. Cama de cimento brancas. Os detidos passam as 24 horas do dia vigiados por câmaras e microfones. Somente esticam as pernas quando tocam um sinal para ir ao banheiro. Não há sol, nem lua, nem o tempo, porque eles não têm relógios. Os jovens detidos são acometidos de diarréias, vômitos, febre alta e alucinações… O que eles fizeram pra estar lá? Se opuseram ao regime comunista.

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/30/2018 em Brasil

 

Regalias

É preciso entender que os que sustentam a máquina pública são as empresas privadas. Prestem atenção: Não existiria dinheiro público caso não ouvesse iniciativa privada. Isso é fato! O funcionalismo público tem estabilidade de emprego, férias além do funcionário privado, regalias, aposentadorias integrais, já aqueles que estão na ponta, iniciativa privada, não. Eles não têm aposentadoria integral, eles não tem regalias, eles não tem estabilidade de emprego, eles não usufruem os prazeres de ser funcionário público. É preciso entender que as empresas privadas não se sustentariam caso as regalias fossem as mesmas. Quebrariam com toda certeza. E agora quando falamos em privatizar empresas públicas, o pessoal quer chiar. Eles precisam entender que se isso tudo não mudar, o Brasil nunca será um País próspero. Por isso é melhor que seja cortado na carne agora, pra que as próximas gerações possam usufruir de um País mais justo. Eu lutarei por isso. O certo, o justo devem prevalecer. Chega de mordomias.

Madame Bê

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/29/2018 em Brasil

 

O PT é comunista

Em 1964 aconteceu no Brasil um golpe de Estado, como muitos gostam de chamar, o golpe era contra a implantação de uma ditadura comunista. Fato!

Segundo fontes, a ditadura matou em torno de 500 pessoas e diga-se de passagem eram todas comunistas.

Segundo o livro, Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil de Leandro Narloch, pelo menos 88 mil pessoas seriam mortas caso os comunistas obtivessem êxito.

Sabemos que o PT ajudou Chávez implantar lá o comunismo. Sabemos que o PT ajudou Evo Morales na Bolivia. Sabemos que o PT ajudou Ortega na Nicarágua. Sabemos ainda que o PT vem ajudando a ditadura Cubana ao longo desses anos. Porque raios não faria a mesma coisa aqui?

Militares são programados a obedecer ordens e caso o PT volte ao poder, os militares estarão a serviço deles. Aquele que não cumprir as ordens, morrem.

Leia, se informe, pense bem se é isso que você quer para nosso povo. Segue alguns links que não tem compromisso com o petismo.

https://www.infomoney.com.br/blogs/economia-e-politica/economia-e-politica-direto-ao-ponto/post/4342837/afinal-partido-comunista

https://www.institutoliberal.org.br/blog/entendam-o-pt-e-um-partido-comunista/

https://dcomercio.com.br/categoria/opiniao/nazipetismo

https://spotniks.com/7-razoes-para-voce-entender-por-que-o-psdb-nao-e-um-partido-de-direita/

https://criticanacional.com.br/2017/08/17/o-pt-confirma-ser-um-partido-comunista-lula-defende-nicolas-maduro/

https://criticanacional.wordpress.com/2016/03/21/o-pt-e-um-partido-comunista-e-isso-nao-pode-ser-ignorado/

http://www.montfort.org.br/bra/veritas/politica/lula_comunista/

https://www.noticiasagricolas.com.br/videos/politica-economia/163426-entenda-o-processo-de-dominacao-do-pt.html

O vídeo abaixo, é uma amostra de como um País colapsa quando é implantado essa ideologia maldita.

Na produção desse documentário seus realizadores foram perseguidos, encarcerados e alguns torturados pela ditadura marxista.

As imagens são parte do dia a dia dos venezuelanos e podem causar repulsa aos mais sensíveis.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 10/25/2018 em Brasil

 
 
%d bloggers like this: